17 de dezembro de 2010

Conversas de Comboio #2

 Esta semana, no comboio, ouvi esta conversa entre duas jovens africanas:

 Jovem 1: O Mundo nunca acaba! As pessoas podem acabar, mas o mundo vai ficar sempre cá!
 Jovem 2: Nisso tens razão... Não consigo parar de pensar naquele bebé... Para que é que serve andarmos a viver e a trabalhar, se no final vamos todos morrer?
 Jovem 1: Também já pensei nisso... Eu também não queria ficar no mundo para sempre, Deus me livre! Já vis-te o que era ficar no mundo para sempre? Coitados dos que ainda estão para vir e do que vão ter de passar e ainda bem que eu já não vou cá estar.
 Jovem 2: Cada vez que acontecem coisas como esta que aconteceu ao bebé, as pessoas pensam nisto, não faz sentido estarmos aqui, vamos todos morrer... O que vale é que depois uma pessoa esquece-se, quando estás numa festa, por exemplo, e com um rapazinho assim bem gostoso!
(risos)

 Realmente a vida não faz sentido! Vamos todos morrer, vamos todos desaparecer e a questão que me assusta, não é o que vai acontecer ao meu corpo, mas sim, o que será que vai acontecer a este "eu" (que pensa e faz de mim o que sou) na minha cabeça? 

1 comentário:

Noir disse...

Hello, foste "desafiada" para um questionário. Se quiseres responder vai dar uma espreitadela ao meu blog. Bjinhos