30 de janeiro de 2011

Being me!

Audrey Hepburn

 Ser eu é assim! É ser queque uns dias, ser rebelde noutros. O que está cá fora, a maneira como me expresso no que visto e no que faço, muda todos os dias, mas o que vai dentro na minha cabeça é bastante mais estável e único, principalmente diferente! Por mais que te tente explicar isso meu amor, tu provavelmente não vais atingir, até que um dia vejas, vejas aquilo que não está à vista, mas que se sente e se entende, de uma forma que não te posso explicar, porque o que vai na cabeça de uma mulher é como um livro entreaberto, só se lêem algumas palavras e só assim pode ser...